ATUALIZE-SE COM O IMB

Encontre nessa página notícias relevantes do meio jurídico

Coral dos Amigos do Tribunal de Justiça comemora 20 anos com canto e homenagens
Fonte: TJRJ / Fotos: Felipe Cavalcanti
Data: 02/08/2022

O Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) e Associado do Instituto dos Magistrados do Brasil-IMB, Desembargador Henrique Carlos de Andrade Figueira, foi homenageado na quinta-feira passada, dia 28, na cerimônia do 20º aniversário do Coral dos Amigos do Tribunal de Justiça. O Secretário Geral do IMB, Desembargador Bernardino Machado Leituga, compareceu ao evento, no Espaço Ecumênico no Fórum Central.

 

Ao parabenizar os coristas pelas duas décadas de história, o Presidente do TJRJ destacou dois personagens fundamentais para a existência do coral. De acordo com o Desembargador Henrique Figueira, os Desembargadores Haidée Bittencourt e Paulo Cesar Salomão foram não só dois quadros importantes e históricos do Poder Judiciário fluminense, como pessoas carinhosas que tiveram a sensibilidade de apoiar a criação do grupo musical. Os dois Magistrados também foram homenageados, in memoriam, na cerimônia.


“A exibição de hoje foi uma síntese dos 20 anos de romaria, amizade e rejuvenescimento que simbolizam o coral, uma vez que nada alegra e dá frescor ao espírito como a música. Os Desembargadores Haidée e Paulo Cesar nos encheram de alegria e força como Magistrados e como padrinhos dessa ideia”, afirmou.
Ao lado da mãe, Maria de Lourdes Goulart Salomão, o filho do Desembargador, Paulo César Salomão Filho, agradeceu as homenagens que lembraram o papel do pai na criação do coral, enquanto era Presidente da Mútua dos Magistrados em 2002.


“Como meu pai dizia, a música traz alegria e paz a um ambiente conturbado como é o da Justiça. Desejo que o Coral dos Amigos do Tribunal de Justiça se perpetue, esteja aqui por mais anos para trazer alegria ao tribunal. Tenho certeza que meu pai está feliz com esse carinho”, disse. O regente do Coral, maestro Wellington Ferreira, também destacou o papel de pacificador que a atividade exerce. Ele recordou que um dos motivos para sugerir a criação do grupo foi o de oferecer algo que abrandasse o estresse do cotidiano dos servidores do TJ do Rio.


“Nós começamos pouco a pouco, ensaiando numa sala de estudos na Emerj, e então o coral foi ganhando corpo, foi se aprimorando e hoje chegamos aos 20 anos tendo tocado em lugares como o Golden Room do Copacabana Palace e até fora da Cidade do Rio de Janeiro. Viva a música! Viva a cultura!”, celebrou o maestro.


Integrante do coral, a pianista Carol Murta Ribeiro parabenizou e agradeceu a todos os presidentes do TJRJ pelo apoio ao grupo desde que ele foi criado. Para ela, os encontros estabelecem e fortalecem laços de amizades ao aproximar as pessoas através de uma paixão em comum: a música.


“Durante todos esses anos nós tivemos apresentações maravilhosas, foram trocas valiosas entre nós e as plateias, recepções muito gostosas. Algumas apresentações, como a do Retiro dos Artistas, em que as pessoas iam para as janelas nos aplaudir, foram muito marcantes. Rumo aos 25 anos e às bodas de prata!”, comemorou, animada com os próximos anos.

 

 


O Desembargador Leituga foi abraçar o maestro, em seu nome e da esposa Wilma, que integra o coral, mas não pôde comparecer ao evento. O maestro Wellington compôs o hino do IMB.

topo