ATUALIZE-SE COM O IMB

Encontre nessa página notícias relevantes do meio jurídico

Campanha Outubro Rosa na fachada do prédio do Museu da Justiça do Rio
Fonte: IMB / Foto: TJRJ
Data: 07/10/2021

A campanha mundial anual de prevenção ao câncer de mama “Outubro Rosa”, iniciada nos Estados Unidos em 1990, tem a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce desse tipo de câncer. Durante todo o mês, a fachada do prédio do Museu da Justiça do Estado do Rio de Janeiro (foto) estará iluminada com a cor que simboliza a campanha e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero.

 

O movimento começou a surgir em 1990 quando o laço cor-de-rosa foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuído aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova Iorque (EUA), e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações. Hoje o Outubro Rosa é realizado em vários lugares do mundo e estimula a participação da população, empresas e entidades. A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros etc. surgiu posteriormente.


A primeira iniciativa, por um grupo de mulheres simpatizantes à causa, foi vista no Brasil com a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista (mais conhecido como o Obelisco do Ibirapuera), em São Paulo (SP). No dia 02 de outubro de 2002 quando se comemorou 70 Anos do Encerramento da Revolução, o monumento ficou iluminado de rosa. A partir daí, as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama tiveram início no país, mas foram instituídas por lei federal apenas em 2018, a Lei n°13.733 (16/11/18), que dispõe sobre atividades da campanha Outubro Rosa. Nesse âmbito, promovem-se diversas atividades, entre as quais se destacam: informação à população sobre questões referentes ao câncer de mama; promoção de palestras sobre o tema com ginecologistas, mastologistas e oncologistas; incentivo à população suscetível a fazer o rastreamento da doença; distribuição de laços cor-de-rosa; e utilização de iluminação nessa cor em prédios públicos. Desde 2011, ocorrem campanhas sobre o câncer de colo do útero em diversos estados.


A campanha do Instituto Nacional do Câncer (Inca) em 2021 tem como focos principais a prevenção primária (ações para reduzir os fatores de risco) e a detecção precoce. O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama. A cartilha “Câncer de Mama: Vamos falar sobre isso?”, já em sua sexta edição, foi um dos materiais produzidos para a campanha.

topo