ATUALIZE-SE COM O IMB

Encontre nessa página notícias relevantes do meio jurídico

Webinar do IMB: “Inelegibilidade e Candidatura Avulsa”
Fonte: IMB / Foto: Divulgação
Data: 13/09/2021

O Instituto dos Magistrados do Brasil-IMB realizará nesta sexta-feira, dia 17, às 17h, webinar com o tema “Inelegibilidade e Candidatura Avulsa”, com transmissão pelo aplicativo Zoom. Sob coordenação do Presidente do IMB, Desembargador Fábio Dutra, serão palestrantes os Desembargadores Marcus Antonio de Souza Faver (Ex-presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro-TJRJ), Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz (Integrante do Tribunal Regional Federal da 4ª Região-TRF4 e Presidente Estadual do IMB no Rio Grande do Sul) e Armínio José Abreu Lima da Rosa (Ex-presidente do Tribunal do Estado do Rio Grande do Sul-TJRS e atual Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral do TRE-RS).

 

Haverá emissão de certificado digital para os interessados, que deverão se inscrever, exclusivamente, pelo site do IMB no link a seguir: https://www.imb.org.br/index.asp?pg=ModEvento.asp&hash=3k0Ch983q76895k. As inscrições encerram no início do evento.


Conectado à internet, por celular ou computador, o participante poderá acessar, através de sua conta do aplicativo Zoom, e depois entrar no evento pelo link ou usando o ID, que serão enviados por e-mail para os inscritos. A sala virtual será aberta às 16h45.


Atenção: Assim que a sala virtual atinge a capacidade máxima, há um bloqueio automático do ingresso, pois o número de participantes é limitado pela ferramenta.

 

Perfis dos Palestrantes

 

Des. Carlos Thompson Flores – Foi membro do Ministério Público Federal de 1989 a 2001. Em junho de 2001, tomou posse como Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, na vaga destinada ao Ministério Público Federal. No Tribunal Regional Federal, exerceu, entre outros, os cargos de Diretor da Escola da Magistratura do Tribunal, a Vice-Presidência e a Presidência do Tribunal. Atualmente, integra a 8ª Turma do Tribunal que julga matéria penal, inclusive os processos da Operação Lava Jato. Foi membro Titular do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul no biênio 2019/2021, tendo o seu mandato encerrado em 30 de junho de 2021. Possui várias Condecorações e é autor de mais de 100 artigos publicados em revistas especializadas. É atualmente o Diretor do Museu do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, criado na sua Presidência, no biênio 2017/2019.

 

Des. Armínio da Rosa – Natural e Porto Alegre e bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1975. Aprovado em 1º lugar no concurso para o cargo de Juiz de Direito. Nomeado Juiz de Direito em 1976. Atuou nas comarcas de Estância Velha, Guaíba, Santa Maria, Canoas e Porto Alegre. Promovido a Juiz do Tribunal de Alçada em 1992. Foi Presidente do Centro de Estudos do Tribunal de Alçada no período de Nov./1996 a Nov./1997. Promovido a Desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJRS) em setembro de 1997. Presidiu a 20ª Câmara Cível desde a sua instalação até janeiro de 2005. Tomou posse como 1º Vice-Presidente do TJRS, em 1º de fevereiro de 2006. Em 1º de fevereiro de 2008, tomou posse como Presidente do TJRS, para o biênio 2008/2009. Desde fevereiro de 2010, integra e preside a 21ª Câmara Cível. Atuou como Coordenador de Controle Regional da Região Sul da Corregedoria Nacional de Justiça, em 2014. Lecionou na Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, no Curso de Especialização em Processo Civil da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, na Escola Superior da Magistratura e na Escola Superior do Ministério Público, entre outros. Em 22 de maio de 2020, tomou posse como Vice-Presidente e Corregedor Regional Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS).

 

Des. Marcus Faver – Presidiu o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) no biênio 2001-2002 e o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) de 2003 a 2005. Atuou como Magistrado por 41 anos. Formou-se em 1963 pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Em 1981, concluiu o mestrado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Puc-Rio). Natural de Cantagalo, município na região Centro Fluminense, o Desembargador atuou como advogado e professor no município de Miracema (Noroeste Fluminense), onde exerceu dois mandatos eletivos de vereador (1962-1966 e 1966-1969). Em 1969, ingressou na Magistratura por concurso público. Em 1983, foi nomeado Juiz do Tribunal de Alçada Cível, sendo promovido a Desembargador em 1993. Atuou como Conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de 2005 a 2007. Ainda presidiu o Colégio Permanente de Presidentes de Tribunais de Justiça do Brasil.

topo